Amazonas Band realiza espetáculo gratuito no Teatro Amazonas nesta segunda-feira (11/04)

Evento marca início da venda de ingressos para o Amazonas Green Jazz Festival

Foto: Divulgação

 

Na segunda-feira (11/04), a partir das 20h, a Amazonas Band fará um espetáculo especial no Teatro Amazonas, com entrada gratuita, para marcar o início da venda dos ingressos do Amazonas Green Jazz Festival, que será realizado entre os dias 22 e 30 de julho. O evento é uma realização do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa.

Os ingressos para o festival serão vendidos na bilheteria do teatro e no site (www.amazonasgreenjazzfestival.com.br), com valores a partir de R$ 30. O evento retorna ao palco do Teatro Amazonas após dois anos suspenso por conta da Covid-19.

“O Amazonas Green Jazz é um evento de reconhecimento no Brasil e no exterior. Recebemos artistas de outros países que promovem um intercâmbio cultural e a troca de conhecimentos, técnicas e informações com os profissionais do Amazonas. É um festival que agrega muito para o nosso estado”, afirma o secretário de Estado de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz.

O Amazonas Green Jazz Festival contará com 16 espetáculos no Teatro Amazonas, reunindo vários artistas consagrados no Brasil e no mundo.

Espetáculo gratuito – A Amazonas Band tem mais de 20 anos de carreira e é referência no país por ser composta por grandes instrumentistas, além de ter a regência sob o comando do maestro Rui Carvalho.

A apresentação na segunda-feira contará com um repertório de músicas que marcaram os festivais de jazz no estado e composições de artistas confirmados na edição deste ano.

Uma das músicas que estão no line-up é “Some skunk funk”, com arranjo de Vince Mendoza e de autoria do trompetista, flugelhornista e compositor americano, Randy Brecker, uma das atrações do Amazonas Green Jazz Festival deste ano. Por mais de 40 anos, Brecker ajudou a moldar o som do jazz, R&B e rock, e acumula 19 indicações e seis troféus do Grammy Awards.

Outros sucessos que estão no repertório: “Desafinado” de Tom Jobim e Newton Mendonça, com arranjo de Frank Mantooth; “O morro não tem vez (Favela)”, de Tom Jobim e Vinícius De Moraes, com arranjo do regente Rui Carvalho; “Dindi” de Tom Jobim e Aloysio De Oliveira, também com arranjo de Rui Carvalho; “Techno pop” de Bob Mintzer; “Linha de passe” de João Bosco e Aldir Blanc, com arranjo de Gilson Peranzzetta; além de “Latin import” do trombonista e arranjador americano, John Fedchock, que está confirmado no festival de jazz deste ano.

O evento é gratuito, por ordem de chegada. Para entrar no Teatro Amazonas, será obrigatório a apresentação da carteira com o esquema vacinal completo contra a Covid-19.

EnglishPortugueseSpanish
Skip to content