Amazonas Green Jazz Festival acontecerá em julho com dois shows por dia no Teatro Amazonas

Faltando menos de três meses para o Amazonas Green Jazz Festival, o público já pode adquirir os ingressos para acompanhar os mais de 16 shows que acontecerão no Teatro Amazonas, entre os dias 22 e 30 de julho. Os ingressos estão disponíveis para venda no site www.bilheteriadigital.com ou na bilheteria do espaço cultural, com valores de R$ 30 a R$ 100.

Esta é a décima edição do festival de jazz, que acontece com apoio da Lei de Incentivo à Cultura, sob coordenação do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, com grandes nomes do instrumental brasileiro e da elite mundial do jazz.

A venda dos ingressos é feita por dia de evento. Assim, os compradores optam por um dos oito dias de Amazonas Green Jazz Festival e têm direito a acompanhar todos os shows programados para o dia escolhido.

Programação de shows – O Amazonas Green Jazz Festival vai iniciar no dia 22 de julho (sexta-feira), com a Amazonas Band, referência no País, composta por grandes instrumentistas sob regência do maestro Rui Carvalho, que também é o diretor do evento.

A Band se apresenta em conjunto com o Corpo de Dança do Amazonas (CDA), com coreografia assinada por Rui Moreira, um dos nomes mais representativos da dança contemporânea no Brasil. Também vai contar com a participação especial do sax soprano Marcelo Coelho, com a obra “Ritos de Passagem”, composta pelo instrumentista americano Ed Sarath, que também atua como solista. As apresentações seguem com o Triumvirate, trio liderado pelo músico porto-riquenho, indicado ao Grammy Awards, Edsel Gomez.

No dia 23 de julho (sábado), vai ser a vez de Karine Aguiar & Jungle Jazz Ensemble, unindo o jazz às cantigas e batuques de manifestações musicais amazônicas. Em seguida, sobe ao palco o vencedor do Grammy, o trompetista norte-americano, Keyon Harrold, que se apresenta junto com seu quinteto pela primeira vez em solo brasileiro.

O dia 24 de julho (domingo), começa com jazz e rap no show de Marcelo Coelho & Mclav.In e participação especial do rapper, compositor e beatmaker, Kamau, e do DJ Raffa Santoro, filho do compositor amazonense Claudio Santoro. Ainda no domingo, a anfitriã do festival, a Amazonas Band, recebe o trompetista, compositor e arranjador norte-americano, Daniel Barry, junto com o multi-instrumentista e compositor brasileiro, Felipe Salles.

No dia 25 de julho (segunda-feira), acontecerá a final do concurso Jovem Instrumentista, onde serão anunciados os vencedores da disputa com apresentações musicais de cada categoria.

Quem adquirir ingressos para o dia 26 de julho (terça-feira), vai conferir a apresentação do duo formado pelo multi-instrumentista Mauro Senise e o pianista, compositor e arranjador, Gilson Peranzzetta. A programação segue com o quarteto do capixaba Bruno Mangueira, um dos principais guitarristas brasileiros da atualidade.

No dia 27 de julho (quarta-feira), as apresentações seguem com o Trio Corrente, considerado um dos mais consagrados grupos do gênero no Brasil, já premiado com o Grammy de melhor álbum latino de jazz. A noite ainda tem a apresentação da Amazonas Band, com participação especial do solista Rodrigo Ursaia e do trompetista que acumula seis troféus e 19 indicações ao Grammy Awards, Randy Brecker, dos Estados Unidos.

No dia 28 de julho, quinta-feira, os espectadores vão poder acompanhar o trio formado por um dos maiores pianistas brasileiros de todos os tempos, Amilton Godoy, junto com os jovens Edu Ribeiro e Sidiel Vieira, além de Jeff “Tain” Watts, músico e compositor, ganhador do Grammy.

No dia 29 de julho (sexta-feira), acontecem os shows de um dos grandes nomes do trompete brasileiro, Daniel D’Alcântara, e do grupo do trombonista e arranjador, indicado ao Grammy, The John Fedchock New York Sextet. O Amazonas Green Jazz Festival se despede, no dia 30 de julho (sábado), com apresentações de Aaron Parks, com o seu projeto Little Big, além da Amazonas Band junto com Leila Pinheiro, cantora, pianista e compositora com mais de 40 anos de carreira.

“Essa décima edição do festival será, sem dúvidas, um evento marcante. A realização do festival após a espera por conta da pandemia da Covid-19, torna o evento ainda mais aguardado. O público pode ter certeza de que estamos preparando grandes shows, com experiências inesquecíveis”, afirma o diretor do Amazonas Green Jazz Festival, o maestro Rui Carvalho.

Mais sobre o festival – O Amazonas Green Jazz Festival tem patrocínio master do Instituto Cultural Vale, patrocínio da Companhia de Gás do Amazonas (Cigás), apoio da Embaixada dos Estados Unidos e da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), e o Juma Ópera é o hotel oficial do evento.

EnglishPortugueseSpanish
Skip to content